Stephen Hawking se despede da vida

O Eureka Brasil presta uma singela homenagem a um cientista e divulgador científico fenomenal. Stephen Hawking, nascido 300 anos após a morte do pai da ciência moderna, Galileu Galileu, se despede da vida na mesma data do nascimento de Albert Einstein. O cientista britânico morre aos 76 anos em sua residência em Cambridge.

Aos 20 anos de idade, recebeu um terrível diagnóstico, que mudaria de forma substancial a sua vida. Stephen Hawking foi detectado com uma doença degenerativa neuromuscular, a esclerose lateral amiotrófica. Em princípio, a sua esperança de vida limitar-se-ia a dois no máximo. Por sorte dele e nossa também, esse terrível diagnóstico não chegaria a ser cumprido.

Stephen Hawking pode ser considerado um dos maiores físicos e divulgadores científicos do século XXI.

A ciência

Stephen Hawking obteve seu doutorado em cosmologia em 1966. Ele trabalhou com a física dos buracos negros. Junto com seu colega Roger Penrose, trabalharam em leis básicas que governam o universo. A ideia de Hawking era tentar unificar a física quântica com a relatividade geral. Uma consequência dessa unificação era que buracos negros não deveriam ser completamente “negros”, mas que emitiriam alguma radiação.

Outra hipótese trabalhado por Hawking é a de que o universo não tem bordas ou limites no tempo imaginário. Grande parte deste estudo é teórico e de difícil experimentação. Em 2016, porém, Jeff Steinhauer anunciou que havia encontrado provas convincentes da radiação Hawking, não diretamente de um buraco negro, mas em um laboratório análogo feito de átomos extremamente frios. Testes mais diretos estão sendo feitos através do estudo das ondas gravitacionais, iniciado pelo Observatório de Ondas Gravitacionais a Laser (LIGO) baseado nos EUA. Quando entrevistado pela Nature em 2016 sobre a primeira detecção de ondas gravitacionais da LIGO, Hawking disse que esperava que futuras detecções fossem sensíveis o suficiente para confirmar uma previsão que ele havia feito na década de 1970.

A divulgação científica 

Ao longo dos anos, Hawking tornou-se um dos nomes mais reconhecidos da ciência contemporânea na cultura Pop. Seus livros de divulgação científica como “A Breve História do Tempo” e “Universo numa casca de noz”, tornaram-se de grande sucesso. Ele eventualmente aparecia em programas de televisão e series como Star Trek e The big Bang Theory.

Hawking foi o professor da Universidade de Cambridge durante trinta anos (desde 1979 até 2009).

Até sempre e muito obrigado pelo seu trabalho e sua incrível capacidade de superação.

 

REFERÊNCIAS

Stephen Hawking: The Official Website.

Facebook Comments
COMPARTILHAR:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *