Eureka Entrevista: Daniel Domínguez da ALLBIOTECH

A ciência impulsiona o desenvolvimento de um país. Não há dúvidas nisso. Muitas pessoas estão se organizando para que isso aconteça com maior impacto. A gente conversou com o Daniel Domínguez da ALLBIOTECH para mostrar um bom exemplo aos leitores do Eureka Brasil.

Daniel Domínguez (co-fundador e coordenador geral da ALLBIOTECH)

Daniel Domínguez é formado em Engenharia de Biotecnologia pelo Instituto Politécnico Nacional, na Cidade do México, México. Ele é especialista em Gestão da Inovação e Transferência de Tecnologia. Atua como Gerente de Inovação na LyM Consultoría, empresa dedicada a agricultura digital e agrobiotecnologia. É cofundador do Allbiotech, onde atualmente é Coordenador Geral e responsável pela organização do Segundo Encontro Latino-Americano de Jovens Líderes em Biotecnologia, que ocorrerá em Guanajuato (México).

O Allbiotech é uma organização sem fins lucrativos que busca promover a adoção da Biotecnologia como um motor de desenvolvimento econômico e sustentável para a América Latina. Os principais objetivos da organização são:

  • Empoderar jovens biotecnologistas para impulsionar iniciativas de alto impacto na região;
  • Gerar redes de colaboração em torno de desafios comuns da América Latina;
  • Fortalecer o ecossistema de empreendedorismo e inovação para atrair investimentos privados para a região;
  • Fortalecer a relação entre Academia, Indústria e Governo;
  • Promover a adoção de políticas públicas a nível local que facilitem o desenvolvimento da Biotecnologia;
  • Implementar ações para fortalecer a apropriação social da Biotecnologia.

Mais informações estão disponíveis no site da organização: http://www.allbiotech.org/

 

Quantas pessoas estão envolvidas no projeto da ALLBIOTECH?

Daniel Domínguez: A equipe diretora do Allbiotech é formada por 6 pessoas do Chile e México. O Comitê Organizador do Encontro é composto por 12 pessoas, além de contar com a colaboração dos 100 líderes da geração 2017.

 

Como você se envolveu com essa organização?

Daniel Domínguez: Eu sou um dos cofundadores da Organização, em conjunto com Emilia Díaz e outros jovens. Nós fundamos o Allbiotech devido a necessidade de somar esforços para promover o desenvolvimento da Biotecnologia na América Latina e buscar solucionar os problemas que temos na região.

 

Nos conte um pouco sobre o evento que estão organizando: “Segundo Encontro Latino-Americano de Jovens Líderes em Biotecnología ALLBIOTECH-México 2018”. Quem são os jovens líderes que estarão nesse encontro?

Daniel Domínguez: O Encontro se realizará no México durante o mês de novembro e reunirá os(as) 100 jovens líderes em Biotecnologia mais proeminentes da América Latina para discutir sobre os desafios que enfrentamos como região e gerar soluções para superá-los. No evento, contaremos com palestrantes de alto nível que apresentarão a situação atual em seus campos de atuação em mesas-redondas e palestras. Os eixos temáticos discutidos serão: Sustentabilidade, Agrobiotecnologia, Cultura Científica e Percepção Pública, Empreendedorismo, Transferência de Tecnologia, Biotecnologia na Saúde e o Futuro da Biotecnologia.

Os líderes da Geração 2018 serão selecionados através de um rigoroso processo seletivo. Esse processo é composto de três itens principais: a entrega de um breve texto discutindo algum dos eixos temáticos do evento, gravação de um vídeo pitch de 1 a 2 minutos, no qual os candidatos devem apresentar-se e explicar porque devem ser selecionados, e a análise do Currículo Vitae através da plataforma LinkedIn.

Estamos em busca de líderes com até 35 anos que tenham uma trajetória proeminente em Biotecnologia ou áreas afins, com os seguintes perfis:

  • Estudantes de graduação ou pós-graduação;
  • Profissionais atuando na indústria;
  • Pesquisadores e professores.

Importante: Não é necessário ter estudado Biotecnologia, todas as áreas são bem-vindas desde que tenham experiência em Biotecnologia.

 

ALBIOTECH 2017

Quem pode participar do evento?

Daniel Domínguez: Todos os estudantes de cursos relacionados com a Biotecnologia, ou que tenham um interesse particular pelo tema, estão convidados a se inscrever no Allbiotech até o dia 28 de maio. Em geral, qualquer pessoa com até 35 anos e com nacionalidade latino-americana pode apresentar sua candidatura. Professores, por sua vez, podem colaborar como parte do Comitê de Avaliação do evento. Esse Comitê é encarregado de revisar as candidaturas para o evento.

 

Você tem algum contato no Brasil para que as pessoas possam tirar as dúvidas e entender melhor sobre a ALLBIOTECH?

Daniel Domínguez: Sim, temos duas representantes brasileiras: a embaixadora brasileira Caroline Salvati e a líder Liliane Carvalho, que fazem parte da Geração 2017. Para qualquer informação em português, você pode contatá-las no e-mail coordenacaobrasil@allbiotech.org.

 

Para saber mais sobre o evento acesse o site em português clicando aqui.

O Eureka Brasil agradece à Caroline Salvati pela tradução das respostas.

Nos ajude a divulgar essa iniciativa super legal!
Facebook Comments
COMPARTILHAR:

2 comentários em “Eureka Entrevista: Daniel Domínguez da ALLBIOTECH

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *